sábado, 9 de abril de 2011

Antonio Augusto de Assis é o novo cidadão benemérito de Maringá

O poeta, jornalista e professor Antonio Augusto de Assis recebeu na última quinta-feira (7) o título de cidadão benemérito de Maringá, em solenidade realizada no plenário da Câmara Municipal.

O projeto de lei de homenagem a Assis foi apresentado em 2010 pelo então vereador Ton Schiavone, sendo aprovado por unanimidade. “Entendo que o importante é que as pessoas sejam homenageadas em vida. Assis tem levado o nome de Maringá para outros estados e países. É um pioneiro que representa nossa cidade através da poesia”, afirmou Schiavone, cuja família foi vizinha de Assis na década de 1950, na Zona 2. O autor do projeto de lei comentou ainda sobre os livros publicados por Assis, a sua atuação na imprensa e as atividades no Rotary Club.

Presidida pelo presidente da Câmara, vereador Mário Hossokawa, a sessão solene teve a presença de familiares do homenageado e amigos de entidades, clubes de serviços, instituições de ensino e imprensa. Autoridades do poder Executivo municipal, representantes da Assembleia Legislativa, Câmara Federal, do Exército e da Polícia Militar prestigiaram o evento.

A sessão solene foi marcada pela emoção dos discursos de Assis, do autor da propositura, da secretária municipal de Cultura, Flor Duarte, representando o prefeito Silvio Barros - que esteve no plenário do Legislativo cumprimentando o homenageado -, e da presidente da Academia de Letras de Maringá, Olga Agulhon.

“É uma alegria muito grande representar a Academia de Letras de Maringá nessa homenagem a Assis, nosso presidente de honra. É uma justa homenagem a um maringaense que eleva o nome da cidade em muitos lugares. A vida de Assis é um presente para Maringá, para a sua família e para todos nós. As suas trovas são reflexos de uma vida bem vivida, de honradez e humildade”, afirmou a presidente da Academia.

A secretária Flor Duarte falou da importância dos escritores e da grande contribuição de Assis para Maringá: “É uma justa homenagem a um dos mais atuantes escritores da nossa cidade. O que seria da gente se os escritores não trabalhassem por nós, para o nosso deleite? Ao poeta Assis a nossa homenagem, a nossa gratidão.”

A homenagem a um dos maiores trovadores do Brasil coincidiu com o dia do seu aniversário. No dia 7, Assis completou 78 anos, o que aumentou ainda mais a sua emoção ao falar da tribuna. Ele fez um relato da sua vida, falou dos seus familiares, das primeiras amizades que fez em Maringá, dos amigos da imprensa, da Universidade Estadual de Maringá, da Academia de Letras de Maringá, do Rotary Club e da União Brasileira dos Trovadores.

Agradecendo a Deus em vários momentos, Assis disse que com o título de cidadão benemérito vai se sentir com muito mais direito de ser o representante de Maringá, “um embaixadorzinho da cidade”, como se autodefiniu. O trovador finalizou seu discurso de forma inusitada e criativa. Disse que iria cantar a música “Maringá, Maringá”, composição de Joubert de Carvalho e pediu que o público cantasse com ele. E assim foi feito. Encerrada a sessão, o público cantou o “parabéns a você” ao aniversariante e homenageado.

Para visualizar imagens do evento, clique AQUI!
--------
Fonte: Câmara Municipal de Maringá

Um comentário:

José Marins disse...

Assistir um existir
josé marins

Assis é antes um ser,
essência que viaja pelo tempo.
Assis é antes uma pessoa,
dom e talento repartidos.
Assis é, depois de tantos Assis,
o lápis dos poemas,
a doçura das palavras,
o encanto pelas gentes,
o sagrado contentamento.
Assis, pensando bem,
não tem antes nem depois,
vive na canção dos trovadores,
a verve que destranca corações,
destaramela o sorriso dos manos.
Assis faz cem anos hoje,
parece que foi ontem que fez
setenta e oito..........................
-
7-4-11 (78 anos do A. A. de Assis)
-
http://fieiradehaicais.blogspot.com/