segunda-feira, 18 de maio de 2009

Memorando os 180 anos da Imigração Alemã no Paraná - Centro de Letras do Paraná


O Centro de Letras do Paraná, tem a honra de convidar para a tradicional tarde musical, desta feita “Memorando os 180 anos da Imigração Alemã no Paraná”, que acontecerá terça feira, dia 26 de maio de 2009, às 17h00min horas, a Rua Fernando Moreira, n.370, abrilhantada pelo gratificante concerto didático da ORQUESTRA DE CÂMARA DA PUCPR, sob a regência: Maestro Paulo Torres.



PROGRAMA:
Kathleen Evelyn Müller: Hino dos 180 anos da imigração alemã
Arranjo: Marco de Lazzari Junior.
Vocal: Macia Kaiser e Paulo Barato

Johannes Sebastian Bach: Fuga em Sol Menor
Georg Friedrich Handel: La Réjouissance de Fogos de Artifício
Johannes Pachelbel :Canon
Georg Friedrich Handel: Water Music Suíte. Aria-Boureé-Hornpipe-Finale
Heitor Villa Lobos: Bachianas Brasileiras N.5 –Cantilena. Solo Soprano: Márcia Kaiser
Georg Philipp Telemann: Suíte para Flautas e Cordas Ouverture- Lês Plaisirs-
Réjouissance. Solo Flauta: Zélia Brandão

Violino I: Maria Ester Brandão; Atli Ellendersen; Simone Savytzky; Juliane M. Weingartene. Violino II: Martina Lohmann; Leila Taschek; Marcos de Lazzari; Eduardo Solá C. Lima. Violas: Fabiola Bach; Aldo Villani; Irai Passos.Violoncelos: Romildo Weingartner; Péricles V. Gomes. Contra-baixo: Mayra Pedrosa. ENTRADA FRANCA.

A Orquestra de Câmara da PUC PR é uma orquestra de formação inédita no Paraná, composta pelos mais conceituados jovens músicos de nossa universidade e de nosso estado. Em seus sete anos de existência realizou mais de 500 concertos na capital e no interior do Estado do Paraná, como também em Santa Catarina; e, direcionado para os diversos centros de estudos da PUC PR especificamente, tem desenvolvido uma série de concertos didáticos. Nossa OCPUC PR grava semanalmente um concerto com platéia para a REDE VIDA que se chama “Ponto de Encontro Cultural” e que vai ao ar de 16 a 20 vezes por mês atingindo um público estimado de 6 milhões de pessoas. O seu repertório consiste de músicas clássicas, erudita, populares e folclóricas do mais alto nível, procurando ir de encontro as necessidades no sentido de somar um repertório empolgante, a um público nem sempre atingido pela música orquestral, em locais como: parques, shopping, hotéis, museus, bibliotecas, auditórios, bancos, empresas, fábricas e demais espaços com programações culturais e artísticas, exposições, vernissagens, congressos, convenções, festividades cívicas e religiosas beneficentes ou não, concertos sinfônicos, eventos de porte nacional e internacional, disponibilizando agora em especial, para os 180 anos da imigração alemã no Brasil. Apoiar este projeto é unir-se a um grupo de elite cultural afirmando à comunidade paranaense, seu interesse pelo progresso cultural e artístico do país.

Um comentário:

Vanessa disse...

que bacana!

vc vai, Andrea? Acho que vou lá prestigiar :D

beijos